As Bem-Aventuranças (7) - Os Pacificadores

Hino 255 - A ovelha perdida


Noventa e nove ovelhas vão
Seguras ao curral.
Mas uma se extraviou
Do aprisco pastoral,
Vagando em montes de terror,
Distante do fiel Pastor,
Distante do fiel Pastor.

“Noventa e nove a ti, Pastor,
Não podem contentar?”
“A errante é minha”, respondeu,
“Zeloso a irei buscar!
Nos montes há perigos mil.
De novo a quero em meu redil,
De novo a quero em meu redil”.

Ninguém jamais imaginou
O quanto padeceu;
Buscando a ovelha tão rebel,
Terrível dor sofreu.
Foi, pois, assim que o Bom Pastor
Salvou a ovelha por amor,
Salvou a ovelha por amor.

Vem da montanha exultação:
É a voz do Bom Pastor!
Ressoa em notas triunfais
O Salmo Vencedor.
E os anjos cantam lá nos céus:
“Voltou a ovelha para Deus,
Voltou a ovelha para Deus.”

Comentários