Hino 085 - Espírito Consolador


Vero Consolador, Espírito de Deus,
A tua paz e o teu amor revela aos que são teus.

Tal como o fogo a arder e todo o mal queimar,
Aquece as almas com poder, ensina-nos a te amar.

Como óleo a ungir um povo só em ti,
A todos nós faze sentir a tua bondade aqui.

Nas trevas a brilhar com verdadeira luz,
O pecador faze encontrar o bom Salvador Jesus.

Como água Tu serás o purificador;
E viva fonte abrirás nos teus átrios, ó Senhor!

Palavras-chave: 
Espírito Consolador, paz, amor, fogo, ungir, luz.

Ênfase do hino: 
O hino "Espírito Consolador" destaca a importância da obra do Espírito Santo na vida do cristão como aquele que traz consolo, paz, amor, fogo, unção e luz. Ele é uma oração para que o Espírito venha e traga conforto, aqueça os corações com o amor de Deus, ilumine o caminho e purifique o pecador.

Teologia do hino: 
O hino "Espírito Consolador" reflete a teologia pentecostal, que enfatiza a obra do Espírito Santo na vida do crente. A letra do hino ressalta a importância da presença do Espírito em nossas vidas para trazer consolo, paz e amor. O Espírito é representado como fogo, que queima todo o mal e aquece as almas com poder. Além disso, o hino destaca a unção do Espírito, que capacita o cristão a cumprir o propósito de Deus em sua vida.

Textos bíblicos: 
O hino não cita textos bíblicos específicos, mas a letra faz referência a várias imagens e conceitos bíblicos relacionados ao Espírito Santo, como o fogo (Atos 2:3), o óleo de unção (Isaías 61:1), a luz (João 8:12) e a água purificadora (João 7:38-39).

Na história da igreja:
O Concílio de Niceia, realizado em 325 d.C., é um exemplo de um concílio que debateu a doutrina do Espírito Santo na igreja. Neste concílio, um dos principais temas discutidos foi a relação entre o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Os líderes da igreja debateram a natureza divina do Espírito Santo e sua relação com as outras pessoas da Trindade.

Um dos resultados deste concílio foi a formulação do Credo Niceno, que afirmava a divindade do Espírito Santo como parte da Trindade e foi um passo importante para estabelecer a doutrina trinitária na igreja. A doutrina da Trindade continuou sendo debatida ao longo dos séculos, mas o Concílio de Niceia e o Credo Niceno foram marcos importantes na história da igreja no estabelecimento da doutrina trinitária e da divindade do Espírito Santo.

Aplicação prática: 
O hino "Espírito Consolador" é uma oração para que o Espírito Santo venha e traga consolo, paz e amor aos nossos corações. Ele nos lembra da importância de buscar uma experiência mais profunda com o Espírito e de depender da sua obra em nossas vidas. Além disso, o hino nos desafia a sermos luz para o mundo, mostrando o amor de Deus e levando a mensagem da salvação a todos ao nosso redor.

Quando cantar: 
O hino "Espírito Consolador" é apropriado em cultos de adoração e louvor, em momentos de busca pela presença de Deus e em momentos de consolo e encorajamento. Ele também pode ser cantado em momentos de oração e intercessão, pedindo a obra do Espírito em nossas vidas e na vida da igreja como um todo.

Andrei Barros

linkedin youtube facebook Andrei é editor do blog Semeando Vida. Ele é pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil com cerca de 20 anos de experiência. Em 1998 foi missionário em Portugal. Em 2003, formou-se em teologia pelo Seminário Presbiteriano do Sul e foi ordenado pastor no ano seguinte. Em 2015, obteve a licenciatura em História. Tem MBA em Gestão de Pessoas e Liderança Atualmente estuda Psicologia e faz MBA em Gestão de Projetos, além de pós-graduação em Comunicação e Relacionamento Interpessoal.

Postar um comentário

O autor reserva o direito de publicar apenas os comentários que julgar relevantes e respeitosos.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Facebook