As Bem-Aventuranças (7) - Os Pacificadores

Útil



A todos os que são chamados pelo meu nome, e os que criei para minha glória, e que formei, e fiz (Is 43.7). 

Existem pessoas com grandes talentos, mas que não os utilizam para o bem ou não estão à disposição para cumprir a missão de Jesus. 

Eles se parecem com uma ponte em Honduras que atravessa o rio Choluteca. Originalmente construída em 1930, foi reconstruída em 1996. 

O governo de Honduras, sabendo que a ponte enfrentaria condições climáticas extremas, contratou alguns dos melhores engenheiros e arquitetos do mundo para construir uma ponte que pudesse resistir a qualquer furacão que assolasse a região. 

Em 1998, Honduras foi atingida pelo furacão Mitch, uma tempestade de categoria 5, devastadora. Honduras foi destruída. As estradas foram destruídas, houve danos consideráveis nos edifícios e todas as outras pontes em Honduras foram destruídas. 


No entanto, a Ponte Choluteca permaneceu firme e sobreviveu em condições quase perfeitas. Foi uma conquista incrível. 

Mas a tempestade fez com que o rio se movesse para um caminho completamente novo. O rio saltou de suas margens e esculpiu um novo canal. A ponte, altamente tecnológica e importante, tornou-se inútil. 

Grandes talentos que não usam seu potencial para servir ‘de ponte’ para alguém se tornam irrelevantes (Autor desconhecido). 

Nós precisamos conhecer e desenvolver os nossos dons. Mais do que isso, utilizá-los para o reino de Deus. Muitas pessoas talentosas são como obras de arte que não servem para nada a não ser receber elogios e serem admiradas. 

Nossos dons e talentos são dados por Deus, não para sermos reconhecidos e admirados, mas para que o seu reino venha a se expandir e sua glória seja vista mais e mais. 

Devemos viver o plano de Deus para a nossa vida. Melhor do quer ter dons impressionantes é ter dons que auxiliam outras pessoas. 

O maior dos dons se não for utilizado corretamente se torna inútil. Lembremos sempre que “Deus nos criou à sua imagem, para difundirmos a sua glória no mundo” (John Pipper). 

Faça grandes coisas para Deus. 

Comentários