Tenha bom ânimo


Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus e não de nós (2 Co 4.7)

Por isso, não desanimamos; pelo contrário, mesmo que o nosso homem exterior se corrompa, contudo, o nosso homem interior se renova de dia em dia (2Co 4.16). 

O apóstolo Paulo não fazia de seu ministério não uma propaganda de si mesmo. Ele não tinha intenção de aparecer ou lucrar com suas pregações. 

Seu ministério dependia totalmente de Deus, tudo o que ele fazia e o que ele era estavam intimamente relacionados com o que Cristo estava fazendo em sua vida. 

Mesmo sendo portador de uma mensagem valiosa e poderosa, ele diz que era como um vaso frágil de barro. 

São palavras de um servo sincero, humilde, de coração aberto. Nós, os crentes, recebemos um tesouro de enorme valor (o glorioso evangelho) num vaso muito frágil e perecível (nosso fraco corpo). E existe uma razão para isso: é para que ninguém tenha dúvida de que esse poder tem origem em Deus, e não no ser humano (Charles R. Swindoll). 

A glória é do Senhor em tudo o que fazemos quando anunciamos o evangelho. 

Nós somos frágeis. Pode não parecer uma novidade, mas é algo que devemos estar constantemente sendo lembrados. 


Temos a tendência ao orgulho, à independência. Saber que somos barro nos faz ser mais humildes, nos torna mais dependentes de Deus. Passamos a ser mais gratos a Deus e reconhecemos a necessidade de adorá-lo constantemente. 

Também podemos aprender aqui que embora frágeis não somos fracos, embora pequenos não somos descartáveis, desnecessários. O grande tesouro que carregamos nos faz fortes. 

Nossa missão nos torna importantes. Não devemos viver cheios de medo e preocupados. Mas precisamos acreditar na força que Deus nos dá para podermos desempenhar a nossa função. 

Fragilidade e utilidade é a união perfeita para que possamos desempenhar nossa missão sem esquecermos que o foco é a glória de Deus. 

E mesmo quando ficamos aflitos, não somos derrotados. Em dúvida, mas nunca desesperados. Tendo inimigos, mas também amigos. Feridos, mas não destruídos. 

Tenhamos sempre bom ânimo.

Comentários