Leia a Bíblia


Terei prazer nos teus decretos; não me esquecerei da tua palavra (SI 119.16). 

Alguém pode perguntar o que sustenta a vida e alegria de um missionário? Na maioria das vezes, ele deixa um certo conforto, a proximidade de sua família e pais para viver em dificuldades em um país hostil e distante. 

A melhor resposta é que a Palavra de Deus, em sua ação sobrenatural, alegra e conforta o coração dos missionários. 

A Bíblia trabalha na mente dos missionários, confirmando seu chamado e mostrando o propósito de seu trabalho. Diferentemente de uma pessoa que tenta conquistar a vida em outro país, o missionário vive na dependência de Deus. Seu único consolo muitas vezes está na palavra de Deus. 

John Piper conta que Hudson Taylor, fundador da Missão para o Interior da China, sustentou-se em meio a dificuldades incríveis por intermédio da meditação disciplinada na Bíblia todos os dias. 

Missionários que viviam com ele lembram de viagens que fizeram com ele pelo norte da China, de carroça ou charrete, passando as noites nas piores estalagens. 

Com frequência pernoitando em um mesmo espaço com carregadores e viajantes, eles se isolavam apenas com algum tipo de cortina; então, depois que o sono tinha trazido ao menos certa medida de silêncio, eles ouviam um fósforo ser riscado e uma vela acender, o que lhes dizia que o Sr. Taylor, apesar de cansado, concentrara-se na Bíblia que sempre tinha à mão. Das duas às quatro da madrugada era o período que ele costumava dedicar à oração. 

A Bíblia que sustenta e sustentou tantos missionários, a Palavra de Deus que foi alimento e alegria para tantos que enfrentaram necessidades, é a mesma Bíblia que deve ser lida e meditada por cada um de nós. 

Para que nossa busca de felicidade permanente tenha sucesso, temos de procurá-la no relacionamento com nosso Criador (John Piper). 

Nada é mais fundamental para nossa preservação e saúde espiritual do que o contínuo contato com a Palavra de Deus. 

A Bíblia é o combustível da alegria.

Comentários