Bem-vindo



Não se atemoriza de más notícias; o seu coração é firme, confiante no SENHOR (SI 112.7). 

Uma jovem foi visitar um renomado psiquiatra que era seu amigo. Já fazia alguns anos que a doença de Alzheimer tinha afetado sua memória de curto prazo e sua capacidade de reconhecer rostos. 

Quando chegou, tocou a campainha e ele abriu a porta. Primeiro fez uma expressão confusa, mas logo se recuperou e disse: 

“Desculpe-me. Estou com dificuldade para me lembrar de rostos ultimamente, mas sei que nossa casa sempre foi um lugar em que os convidados são bem-vindos. Se você está aqui na minha porta, então é minha obrigação recebê-la. Por favor, entre.” 

Esta história foi comentada de forma interessante: 

A palavra bem-vindo nos confronta; ela pede que suspendamos nossa habitual pressa de julgar e simplesmente fiquemos abertos ao que está acontecendo. Nossa tarefa é prestar atenção ao que surge na nossa porta e receber tudo de forma hospitaleira (Frank Ostaseski). 

Fico pensando que nem sempre estamos dispostos para atender a porta. Muitas vezes, depois de reconhecer quem está à porta, temos vontade de nos esconder. 

Mas, na vida, não bate à nossa porta somente aquilo que gostamos. Muitas visitas são imprevistas e indesejáveis. Mesmo assim precisamos atender a porta e precisamos aprender a reagir a todo tipo de visitas. 


É preciso aprender a lidar com as circunstâncias. A fuga não resolve. Os problemas irão continuar batendo. Quanto mais tempo os ignorarmos, maiores e mais difíceis eles se apresentarão. Pode ser muito difícil dizer seja bem-vindo para algumas visitas. 

Mas isso demonstra maturidade, demonstra fé. Descobrimos assim que nossa felicidade não depende das facilidades, mas da força que encontramos em Deus diante de certas situações desagradáveis. Descobrimos que o bem estar vem de dentro. 

Vem da presença de um morador especial que habita em nosso coração, o Espírito Santo. Ele faz morada em nós e cuida de nossa casa. Estejamos prontos a agir com receptividade às visitas e acontecimentos da vida. 

Um estranho visitante pode ser na verdade um importante amigo.

Comentários