Amor

Que Amor que está faltando?
Certa ocasião uma aluna escreveu, numa redação, que o que falta ao mundo para ser feliz é o amor. Será que falta mesmo o amor no mundo? E a explosão demográfica? A humanidade aumenta a cada dia! Parece-nos que o que está infelicitando o mundo é exatamente excesso de amor. Ama-se livre e desordenadamente. Ama-se animalescamente, irresponsavelmente. Isso é mau. Claro que o amor de que falava a aluna é o amor em seu mais alto conceito.

O amor sacrifício. O amor por amor ao próprio amor. O amor-sentimento, não o amor-sentido que se dirige unicamente e exclusivamente a um objeto. O que está sobrando no mundo é o amor erótico, sensual, que mais aproxima o homem do animal inferior. O que está faltando ao mundo é o amor-reflexo-do-amor-de-Deus que aproxima o homem de sua fonte de origem. É o amor da abnegação, amor ao que não é irmão, ao que não é amigo, ao que não é sequer conhecido.

(Extraído do livro “Pense Comigo – Meditações Evangélicas”, 1ª Edição – Rev. Samuel Barbosa)

Amor pela terra
O coração que não ama a sua terra é um deserto cheio de espinhas, em que nenhuma flor desabrocha. É um céu plúmbleo, sem estrela, uma alma congelada, que não vibra, um instrumento quebrado, sem som e sem música. Bem, por isso, disse o poeta: "São Paulo. Comoção da minha vida" - Mário de Andrade.

(Extraído do livro “Os meus dias” – Rev. Lázaro Lopes de Arruda, 1997.)

Tecnologia do Blogger.