Liberdade

A importância dos limites
Conta uma lenda que a chama de um lampião começou a reclamar porque vivia sempre cercada por aquela manga de vidro que a impedia de expandir-se, de conhecer lugares mais distantes. Tanto reclamou que um dia o seu dono resolveu fazer-lhe a vontade. Tirou a manga. Imediatamente uma lufada de vento apagou a chama. O que ela julgava ser seu opressor era o que lhe garantia a sobrevivência. Lembrei-me então das palavras de Jesus Cristo: "se o Filho vos libertar verdadeiramente sereis livres".

(Extraído do livro “Pense Comigo – Meditações Evangélicas”, 1ª Edição – Rev. Samuel Barbosa)
Tecnologia do Blogger.