Visão melhor


Leitura Bíblica: 2Reis 6.13-17
Abre os meus olhos para que eu veja as maravilhas da tua lei (Sl 119.18).

O rei da Síria estava determinado em prender Eliseu. Eliseu estava atrapalhando seus planos de guerra contra o rei de Israel. 

Ele contava ao rei onde seus soldados estavam escondidos e assim ficavam alertas e se protegiam. O rei da Síria então conseguiu descobrir que Eliseu estava em uma cidade chamada Dotã. 

Ele mandou para lá uma grande tropa de soldados com cavalos e carros de guerra. Eles chegaram de noite à cidade e a cercaram. 

O texto conta que, 

“no dia seguinte cedinho, o moço de Eliseu levantou-se e saiu de casa. Aí viu as tropas sírias com os seus cavalos e carros de guerra, cercando a cidade. 

Então entrou em casa e disse a Eliseu: Senhor, nós estamos perdidos! O que vamos fazer? Eliseu disse: Não tenha medo, pois aqueles que estão conosco são mais numerosos do que os que estão com eles. 

Então orou assim: Ó SENHOR Deus, abre os olhos do meu moço e deixa que ele veja! Deus respondeu à oração dele. 

Aí o moço de Eliseu olhou para cima e viu que ao redor de Eliseu o morro estava coberto de cavalos e carros de fogo” (2Reis 6.15-17 NTLH).

Interessante notar que a oração de Eliseu não foi por livramento, não foi um pedido de ajuda para enfrentar aquele perigo. Ele sabia que Deus já estava cuidando de tudo. 

O que ele pede é para que os olhos de seu moço sejam abertos. Que ele também pudesse descansar vendo que maior do que os seus inimigos era o livramento que Deus havia preparado para eles.

Muitas vezes nos encontramos em meio a perigos e só enxergamos os problemas, a oposição. Ficamos olhando para o tamanho do exército contrário e esquecemos de olhar para a grandeza e o poder de Deus. 

Precisamos orar mais esta oração de Eliseu: Senhor abra os nossos olhos para que vejamos que maior do que está contra nós é o que está por nós. 

Deus é nosso criador, Deus é amor. Deus caminha junto conosco e está presente em nossas batalhas.

Deus cega e dispersa os nossos inimigos.

Comentários