Deus da providência


No céu está o nosso Deus e tudo faz como lhe agrada (SI 115.3). 

Às vezes, olhamos para os acontecimentos e eles parecem tão aleatórios. É como se tudo acontecesse de forma desordenada. 

Alguns acham que tudo depende de ter sorte ou azar. Mas na verdade, o que para nós é sem sentido, o que para nós não devia estar acontecendo, tem um propósito soberano. 

Como diz o Rev. Hernandes Dias Lopes: 

Deus está assentado na sala do comando do universo. Ele reina soberano e absoluto. A história não caminha à deriva como um caminhão sem freio ladeira abaixo. 


Sua vida não está solta, ao léu, jogada de um lado para o outro ao sabor das circunstâncias. Você não é guiado pelo acaso nem pelo determinismo cego. Não existe sorte nem azar. Existe, sim, a bondosa providência de Deus que trabalha todas as coisas para o nosso bem. 


Não há Deus como o Senhor que trabalha para aqueles que nele esperam. Aos seus amados Deus lhes dá enquanto dormem. Dele procede todo o bem. Ele é a fonte de todas as bênçãos. Tudo que somos e temos vem de suas providentes mãos. 

Precisamos nos firmar nestas verdades. Deus dirige todas as coisas. Deus nos ama e, como filhos, não nos abandona. 

O mal tem seus dias contados. Deus sabe o dia certo de nosso resgate, como também o dia da vingança contra os maus. 

Não devemos perder a confiança, dando espaço para a tristeza, para o medo e o pessimismo. Devemos como Jó afirmar: “Bem sei que tudo podes, e nenhum dos teus planos pode ser frustrado” (Jó 42.2). 

Deus é poderoso para cumprir sua palavra. Nós podemos e devemos pedir a Deus que nos livre de todo mal e que nos abençoe dando dias de paz. Mas também devemos pedir a ele que nos fortaleça para que possamos enfrentar os dias maus.

Devemos estar conscientes que tanto dias bons como maus irão fazer parte de nossa vida. Isso não significa que Deus não está cuidando de nós. Em todo tempo, em qualquer circunstância, Deus tem cuidado de nós. 

Descanse no cuidado providente de Deus.

Comentários