Autodisciplina


Seja sobre nós a graça do Senhor, nosso Deus; confirma sobre nós as obras das nossas mãos, sim, confirma a obra das nossas mãos (SI 90.17). 

Nem todos que lutam têm a garantia de vencer, mas todos que venceram precisaram lutar. A autodisciplina é necessária para a vitória. 

É impossível crescer, evoluir, concretizar qualquer ação, sem perseverar em um duro trabalho. Ser alguém vitorioso tem muito mais a ver com trabalho do que com qualquer vantagem. 

Uma pessoa pode até não ter muito conhecimento, mas se for disciplinada, provavelmente vencerá mais rápido do que a outra que tenha boa formação, mas que não tenha disciplina. A autodisciplina garantirá a uma pessoa normal ir tão ou mais longe do que qualquer outra. A educação, oportunidade e conhecimento sem a autodisciplina, raramente irá elevar-se acima da mediocridade (Autor desconhecido). 

A força de vontade é mais importante do que inteligência, privilégios, dinheiro e amizades. 

Steindl-Rast disse: 

Basta observar o nosso comportamento quando vamos atravessar uma rua. Ao fazê-lo, paramos, checamos os dois lados e seguimos em frente até alcançar o outro lado da calçada. Daí, na próxima vez que estiver diante de um novo projeto de vida, encare-o sempre como se fosse atravessar uma rua. Pare, observe, e quando decidir seguir em frente, faça a travessia completa. Afinal de contas, se você sempre desistir no meio dela, acabará atropelado. 

É importante lembrar que devemos, antes de qualquer decisão, buscar a aprovação de Deus. Devemos agir conforme a vontade do Senhor. 

Nossas ambições, antes de materiais, devem ser espirituais. Se agirmos em conformidade com a vontade de Deus, ele não somente aprova as obras de nossas mãos, como capacita-nos para vencer cada uma das batalhas. 

Ele nos dá força para enfrentar oposições e sabedoria para obtermos êxito. Desta forma não perderemos de vista que tudo deve ser feito para a glória de Deus. Confie no Senhor, espere no Senhor e, ao mesmo tempo, movimente-se, trabalhe com vigor. 

Deus nos motiva a ação.

Comentários