Batalha Espiritual (3): Saiba quem é o seu Inimigo (Parte 1)


Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes ficar firmes 
contra as ciladas do diabo 
Efésios 6:11 

Hoje em dia quando se fala de Batalha Espiritual, a tendência das pessoas é colocar o diabo no centro do picadeiro e viver num “mundo cão”. Muitos vivem aterrorizados ou obcecados sobre satanás e suas artimanhas. 

Cuidado com essa postura exagerada e histérica, pois ela foge completamente da visão bíblica sobre o assunto. Nossa vida não tem como centro o diabo, e sim a Deus. O cristão deve viver para Deus, e sempre motivado pelo amor ao Senhor. 

As advertências que temos na Bíblia sobre a Batalha Espiritual existem para despertar os cristãos a fim de que sejam vigilantes. 

É nesse sentido que o apóstolo Paulo explica a natureza da batalha, revelando táticas e características do inimigo. 

Aprendemos em Efésios 6.11 que a batalha é contra um inimigo sutil. A Bíblia nos adverte que o diabo é astuto (2 Coríntios 11.3) e sabe preparar estratégias sutis para atingir os cristãos. 

Satanás faz isso por meio de ciladas (Efésios 6.7). Uma cilada é um plano para emboscar alguém, uma armadilha. E o que mais se destaca nesse tipo de agressão é que a vítima não tem a consciência do perigo. 

Quando percebe pode ser tarde demais. 


Assim faz o peixe quando morde a isca do anzol, crendo que conseguiu alimento. Assim faz o pássaro que entra na arapuca atrás do alpiste e sem querer aciona o alçapão. O primeiro vai parar na frigideira, o segundo na gaiola. Nenhum deles desconfiava de seus destinos. 

É usando este tipo de estratégia que Satanás age para com os cristãos (2 Timóteo 2.26). Ele enganou Eva e Adão com sua astúcia (Gênesis 3.1-5). Feriu a Jó com diversos males a fim de leva-lo a negar a Deus (Jó 1.9-11; 2.4,5). 

Ele é o inimigo que age nas trevas, colocando a semente ruim no joio de Deus (Mateus 13.39). Ardiloso e traiçoeiro a ponto de se transformar em algo que não é – anjo de luz – para enganar os desavisados (2 Coríntios 11.14). Até mesmo, Jesus, o Filho de Deus, o diabo tentou (Mateus 4.1) 

Diante dessa característica do inimigo, devemos permanecer vigilantes! Cuidado para não se colocar em situações perigosas em que vá se arrepender depois. 

Sede sóbrios, vigiai. O vosso adversário, o Diabo, anda em derredor, rugindo como leão, e procurando a quem possa tragar - 1 Pedro 5:8 


Para pensar 

O Espírito Santo, que habita em nós (Romanos 8.9-14) e sua Palavra que dá sabedoria (Salmos 19.7) nos ajudarão ter discernimento para evitar as ciladas do inimigo.

Tecnologia do Blogger.