Presbiterato (1) - A natureza deste ofício supõe a importância dos presbíteros


O presbiterato implica em lide­rança. A liderança deste ofício se manifesta: 

a) por meio de administração ou governo; 
b) por meio de instrução, ensino e pregação; 
c) por meio de exemplo. 


Vemos isto clara­mente em Hb. 13:17: "Obedecei (esta é uma norma para a igreja) aos vossos guias e sede submissos para com eles; pois velam por vossa alma, como quem deve prestar contas, para que façam isto com alegria e não gemendo; porque isto não aproveita a vós outros". 

Em seguida, considere o verso 7 deste mesmo capítulo: "Lembrai-vos dos vossos guias, os quais vos pregaram a palavra de Deus; e, considerando atentamente o fim da sua vida, imitai a fé que tiveram". 

Nestes dois versículos, vemos aqueles três elementos da liderança. Primeiro, existem aqueles que governam sobre os crentes ("os vossos guias"); eles têm governado sobre os crentes e velado por estes. Segundo, eles têm pregado a Palavra de Deus para os crentes. Terceiro, considerando atentamente a maneira come eles vivem, os crentes têm de imitar a fé exercida por seus líderes: Por­tanto, o presbiterato bíblico é um ofício de autoridade que se expressa por meio de governo, instrução e exemplo. 

O verdadeiro cristianismo depende de presbíteros bíblicos que agem de conformidade com as Escrituras, pregando todo o conselho de Deus e cuidando do rebanho. Este foi o exemplo de Paulo diante dos presbíteros de Éfeso. 

Várias vezes, ele disse: "Jamais deixei de vos anunciar todo o desígnio de Deus" (At. 20:27); ou seja, "não me esquivei de ensinar-vos qualquer coisa proveitosa, fazendo-o publicamente e de casa em casa; eu vos ensinei e preguei o arrependimento para com Deus e a fé no Senhor Jesus Cristo". 

O apóstolo Paulo pregou... pregou... pregou! A função bíblica do presbítero não é somente pregar todo o conselho de Deus, mas também a indispensável supervisão do rebanho. Observe: "Pois velam por vossa alma, como quem deve prestar contas" (Hb. 13.17); "Atendei por vós e por todo o rebanho sobre o qual o Espírito Santo vos constitui bispos [supervisores], para pastoreardes a igreja de Deus" (Atos 20:28). 

Eles governam sobre vocês para o próprio bem de vocês. Quando é necessário, eles têm de se colocar no meio do caminho e dizer-lhes: "Parem! O que vocês estão fazendo?". Porque eles velam pela alma de vocês, como aqueles que prestarão contas delas no Dia do Juízo.

Portanto, analise bem, com o auxilio da Palavra de Deus e do Espírito as características daqueles que você ira escolher para ser seu presbítero e também para ser o diácono de sua Igreja, lembrando que ambos devem ser homens “cheios do Espírito Santo”!

-----------------------------------------
Carlos Roberto Teles, é pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil. Formado em Teologia pelo Seminário Presbiteriano do Sul no ano de 1987. Foi ordenado pastor em 31 de janeiro de 1988.
Tecnologia do Blogger.