Hino 292 - A vinda do Senhor



1. Como foi para o céu, Jesus Cristo há de vir 
Quando o som da trombeta ecoar! 
Quando a voz do arcanjo 
Celeste se ouvir, 
Eu irei com Jesus me encontrar.

    Oh! Que dia glorioso esse dia há de ser,
    Quando o som da trombeta ecoar! 
    Quando Cristo, nas nuvens, tiver de descer 
    E, então, triunfante reinar!

2. Nesse dia de glória, 
O meu corpo mortal 
Semelhante ao de Cristo há de ser! 
E já livre da morte,
E já livre do mal, 
A vitória de Cristo hei de ver.

3. Eu aqui, pela cruz, 
Para o mundo morri,
Muita dor inda aqui sofrerei;
Minha vida com Cristo
Em meu Deus escondi, 
E com Cristo eu, enfim, reinarei.

4. Vem Jesus, ó Senhor, 
Vem depressa reinar! 
Vem a paz e a justiça trazer! 
Criação, povo teu,
Tudo almeja o raiar 
Desse dia de glória e poder.

5. Este império do mal 
Vem, Senhor, destruir!
Rei celeste, vem presto reinar. 
Vem, ó sol da justiça, 
No mundo luzir.
Ó meu Rei, vem meu pranto estancar. 

Informações
Letra: Jerônimo Gueiros, 1870 - 1953
Música: John Robson Sweney, 1897

História
O Rev. Jerônimo Gueiros (hino n° 7) é o autor deste hino que se encontra associado à música de Sweney (hino n° 109). É um texto original que aparece (em cinco estrofes) no hinário "Aleluias!".

Refere-se à vinda do Senhor em glória. O texto parece não ter inspiração no poema de E. E. Hewitt referente às "estrelas na coroa" (Stars in my Crown) que primeiro foi associado à música que publicamos. 

O Rev. Jerônimo Gueiros divide seu poema em duas partes, cada uma com duas estrofes: a primeira descrevendo o retomo do Senhor e a segunda o invocando. O coro descreve o estabelecimento do reino triunfante de Cristo.

Tecnologia do Blogger.