Hino 253 - Cristo, a luz do mundo



1. Luz do mundo, Jesus Cristo, 
Dissipaste as ilusões! 
Desvendaste os nossos olhos,
Libertando os corações! 
Para ver-te, para ver-te, 
Ouve nossas orações!

2. Neste mundo atribulado, 
Onde opera Satanás,
Nós pregamos o Evangelho, 
Tua graça, amor e paz! 
Luz divina, Luz divina, 
Vence toda luz falaz.

3. E onde as trevas do pecado 
Obscurecem teu amor, 
Faze a luz do teu ensino Dominar, ó Salvador! 
Manifesta, manifesta
Tua glória, ó Redentor!

4. Luz dos homens, Luz da vida, 
Brilha com poder nos teus! 
Esclarece os incautos,
Revelando o grande Deus! 
Luz do mundo, Luz do mundo,
És o resplendor dos céus! Amém.

Informações
Letra: Sarah Poulton Kalley, 1872
Música: Melchior Vulpius, 1604

História
O poema original de Sarah Poulton Kalley está associado à música do compositor alemão Melchior Vulpius. Nascido em Wasungen, em 1560. Tomou-se mestre capela em Weimar em 1602, cargo que ocupou até sua morte, em 1615. 

Compôs corais, obras religiosas e, especialista em contraponto, publicou as seguintes obras: "Cantiones sacrae" para 5, 6,7 e 8 vozes (1602-1604), "Kirchengesänge und geistliche Lieder" (1604), "Passion oratorio" (1613) e diversas coleções para igreja. Também foi famoso pelo seu "Musicae compendium" (1610) que teve diversas edições. 

Tecnologia do Blogger.