Hino 5 - Trindade adorada



Glória seja ao Pai,
Ao Filho e ao Santo Espírito!
Como era no princípio,
É hoje e para sempre,
Eternamente! Amém! Amém!




Informações 
Latino, séc. 2º.
Tradução: João Gomes da Rocha - 1861-1974
Música 1: Charles Meinek - 1782-1859
Música 2: Henry W. Greatorex - 1851

História
"Gloria Patri" é o título original deste hino latino do segundo século da era cristã. Chamado Doxologia Menor (Doxologia Maior é o 'Gloria in excelsis", canto dos anjos anunciando o Natal), este é um hino de louvor à Trindade: Pai, Filho e Espírito Santo. 

Tem sua primeira parte fundamentada na Grande Comissão (Mt 25.19) e a segunda, referente à perpetuidade desse louvor, foi incluída no quarto século, como resolução da chamada questão Ariana, uma complexa discussão sobre o Deus do Antigo e do Novo Testamentos. Definida a questão, a Doxologia passou a ser cantada após os Salmos e o "Magnificat" (Cântico de Maria).

Para o "Gloria Patri" usamos duas músicas. A primeira é de Charles Meineke, pianista, organista e compositor alemão que, depois de alguns anos na Inglaterra, transferiu-se para os Estados Unidos e atuou como organista na Igreja de São Paulo, em Baltimore, para a qual compôs uma coletânea publicada em 1844 que contém esta música.

A segunda encontra-se na famosa "Coleção de Música Sacra" de Henry Wellington Greatorex, editada em 1851. Nascido na Inglaterra, filho de eminente organista, Greatorex mudou-se para os Estados Unidos em 1838 e foi organista de diversas igrejas. Sua coletânea teve diversas edições e tomou seu nome muito difundido e reconhecido.

Clique aqui para ver outros hinos 
Tecnologia do Blogger.