As Bem-Aventuranças (7) - Os Pacificadores

Eu quero!


Leitura Bíblica: 1 Reis 8.22-26
E que o Senhor faça o que for de sua vontade (2Sm 10.12).

A vontade pessoal tem sido exaltada. Encontramos muitas palavras de incentivo para lutarmos pelos nossos direitos, fazermos cumprir a nossa vontade. 

É realmente importante sabermos o que queremos e lutar por isso. Mas será que sempre a nossa vontade deve prevalecer? 

Veja esta ilustração que tem o título: Mudando a direção do vento. 

Conta que havia uma senhora que andava de casa em casa vendendo vasilhas, vasilhas de alumínio. 

E quando ela chegava a um cruzamento no caminho, ela parava, tirava o lenço da cabeça e arremessava aquele pedaço de pano ao vento. 

E acontecia que o vento carregava o lenço para alguns metros à frente e logo caía no chão. Do lado que o pano caía, aquela era a direção que a mulher tomava.

Se o pano caía para a direita, ela ia para a direita. se caía para a esquerda, ela ia para a esquerda. Porém, em certa ocasião, alguém passou e viu a mulher atirando o pano ao vento repetidas vezes. 

Lançava o lenço no ar, o apanhava no chão e tornava a atirá-lo... apanhava o lenço no chão e tornava a atirá-lo. 

Então a pessoa perguntou: “O que a senhora está fazendo?” 

E a mulher explicou: “O que está acontecendo é que o pano cai indicando a esquerda, mas hoje eu quero ir para a direita. Então, eu estou arremessando ao vento até que caia indicando a direita”.

Pergunto mais uma vez: Será que sempre a nossa vontade deve prevalecer? 

A resposta é um claro não. Temos que adequar a nossa vontade com a vontade de Deus. 

Quando estas duas vontades não combinarem devo optar pela vontade de Deus. O “Eu quero” não deve prevalecer sobre o “Eu devo”. 

Nem sempre o que eu quero fazer é o que eu devo e tenho que fazer. Somos servos de Deus e nossa maior vontade deve ser cumprir o propósito dele. 

Servir a Deus é a missão que deve ocupar nossa mente e coração. Como disse Joabe a Abisai, sejamos fortes e lutemos com bravura, e que seja feita a vontade de Deus (2Sm 10.12).

Deus guarda aqueles que andam segundo a sua vontade.

Comentários