A eleição (2)


Por Rev. Carlos Eduardo Pereira de Souza

Em nossa reflexão anterior apontamos os testemunhos bíblicos sobre a eleição de Deus para a salvação. Não há dúvidas que tal atitude está ligada ao exercício pleno da soberania de Deus. Na presente meditação, demonstraremos os propósitos da eleição segundo o Novo Testamento. 


1. Para servir de consolo

Paulo escreveu: 

“Porquanto aos que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos. E aos que predestinou, a esses também chamou; e aos que chamou, a esses também justificou; e aos que justificou, a esses também glorificou Rm 8.29-30).

Com essas palavras, Paulo afirma que desde os tempos eternos, Deus tem agido para o bem de seu povo e assim será por toda a eternidade. Isso comunica segurança e, ao mesmo tempo, consolo.


2. Como motivo para louvor a Deus
Esse propósito fica claro, por exemplo, nas palavras de Paulo dirigidas à igreja de Tessalônica. 
“Devemos sempre dar graças a Deus por vós, irmãos amados pelo Senhor, porque Deus vos escolheu desde o princípio para a salvação, pela santificação do Espírito e fé na verdade” (2 Ts 2.13). 
Por meio dessas palavras, o apóstolo demonstra que é levado a louvar a Deus pela salvação daqueles irmãos, haja vista que a redenção dos mesmos aconteceu única e exclusivamente por causa do fato de Deus tê-los escolhido.


3. Como estímulo para a evangelização
O apóstolo Paulo escreveu: 
“Por esta razão, tudo suporto por causa dos eleitos, para que também eles obtenham a salvação que está em Cristo Jesus, com eterna glória” (2 Tm 2.10). 
Paulo estava convicto de que Deus havia escolhido pessoas para que fossem salvas. Tal convicção o impulsionava ao exercício da evangelização, uma vez que entendia ser ele um instrumento para a conversão daqueles que haviam sido destinados para a vida eterna (cf. At 13.48).


Conclusão
A eleição de Deus é um ato que não interfere apenas na salvação daqueles que por Ele foram escolhidos, mas também em seu modo de vida. Aqueles que foram eleitos por Deus gozam de consolo, louvam ao Senhor e são estimulados para o exercício da evangelização. Que Deus nos lembre a respeito de tais princípios.

ÍNDICE
A eleição (1) - O ensino no Antigo e Novo Testamento
A eleição (2) - Consolo, louvor e evangelização
A eleição (3) - Concepções equivocadas

Tecnologia do Blogger.