É preciso arrependimento e humildade


“Por isso, te digo: perdoados lhe são os seus muitos pecados, porque ela muito amou; mas aquele a quem pouco se perdoa, pouco ama.” - Lucas 7.36-50 (47)

Dentro de uma mansão, ou de um casebre; num suntuoso templo, ou numa simples capela, as palavras do Senhor Jesus alcançam e transformam os corações aflitos ou empedernidos pelo pecado.

Nesta cena Lucas nos apresenta um ambiente de graça misericordiosa criado pelo Senhor Jesus a uma mulher de mau caráter e, ao mesmo tempo, de desgraça, criado por um fariseu, uma pessoa impiedosa.

Caminhemos no ambiente desta casa onde vive um fariseu que hospeda Jesus e vejamos as manifestações da graça do Evangelho para com o pecador penitente, ou de juízo para um pecador impenitente. 

Vemos isto acontecer diariamente quando pessoas adentram um local de culto, adoração, e ouvem a amorosa mensagem do evangelho saindo do mesmo jeito que entrou, bem como, daqueles pecadores de quem nada esperamos e, no entanto, saem eternamente salvos e transformados. 

O que é que existe neste texto?

Lucas 7.36-50 descreve de maneira magistral o modo como o nosso Senhor Jesus Cristo atrai o pecador para si e o transforma numa nova criatura ao perdoar os seus pecados. O que acontece, na casa de uma pessoa religiosa que hospeda um rabino e se opõe a uma pecadora?

I – HÁ UM FARISEU ARROGANTE E SEM AMOR QUE IGNORAVA O AMOR DE CRISTO
Há um Fariseu Mal Educado e Arrogante. 

a) Porque Mal Educado? 
Ele é mal-educado porque desrespeitou toda conduta da hospitalidade oriental. Vejamos o que o Senhor diz a ele: “Entrei em sua casa: 

1) Você não me deu água para lavar os pés. 
2) Você não me saudou com um beijo. 
3) Você não me ungiu a cabeça com óleo. 

b) Porque Arrogante? 
1) Ao ver isso (que a mulher chorava, enxugava os pés de Jesus, os beijava e os ungia) o fariseu que o havia convidado disse a si mesmo: ‘Se este fosse profeta, saberia quem nele está tocando e que tipo de mulher ela é: uma pecadora.” (vv.38b-39)



II – HÁ UMA MULHER QUE REPRESENTA O PECADOR PENITENTE ATRAÍDA PELO SENHOR.
Há Uma Pecadora Penitente e Desesperada. 

a) Porque Penitente? Porque se prostra aos pés do Senhor Jesus: “Ao saber que Jesus estava comendo na casa do fariseu, certa mulher daquela cidade, uma pecadora, trouxe um frasco de alabastro com perfume, e se colocou atrás de Jesus, a seus pés.” (v.37). 

b) Porque Desesperada? Porque derrama copiosas lágrimas nos pés do Salvador: “Chorando começou a molhar-se os pés com suas lágrimas.” 

c) Que faz as vezes do fariseu na hospitalidade. “começou a molhar-lhe os pés com suas lágrimas. Depois os enxugou com seus cabelos, beijou-os e os ungiu com o perfume.” (38b).

III – HÁ CRISTO REVELANDO O AMOR QUE PERDOA OS PECADORES ARREPENDIDOS
“Então, disse à mulher: Perdoados são os teus pecados.” (v.47). O ápice deste grandioso acontecimento na casa de um religioso frio, estéril e deficiente foi quando: 

a) O RESULTADO - Resultou num tão grande perdão a: 

1) Uma Mulher Muito Pecadora. “perdoados lhe são os seus muitos pecados.” 

2) A Uma Pecadora Cheia de Amor a Deus. “porque ela muito amou.” 

b) UMA GRANDE LIÇÃO – Àqueles que se consideram “Muito Santos”. “Mas aquele a quem pouco se perdoa, pouco ama.” 
c) UMA TÃO GRANDE BÊNÇÃO. “Mas Jesus disse à mulher: A tua fé te salvou; vai-te em paz.” (v.50)

Tecnologia do Blogger.