Nunca derrotado


“Combati o bom combate, completei a carreira, guardei a fé.”
2 Timóteo 4.7 

No seu fantástico livro, O Velho e o Mar, Ernest Hemingway, que os críticos dizem ser sua autobiografia, descreve a história de um pescador cubano chamado Santiago. Há também um fantástico filme protagonizado pelo grande ator Spencer Tracy. 

Santiago, o pescador cubano há muito tempo não conseguia pescar um bom peixe. Os pescadores até pensavam que estava com alguma maldição. Certo dia saiu altas horas da madrugada no seu pequeno barco fisgando um enorme peixe que o levou a alto mar. 

Ali permaneceu alguns dias numa luta ferrenha para dominar o grande animal ferindo e sangrando suas mãos de tanto esforço. Após dominar o grande peixe e amarrou-o do lado de fora do seu pequeno barco. Na volta os tubarões devoram o peixe. 

Santiago volta para a sua vila de pescadores apenas com o esqueleto do grande peixe como prova de que não havia nenhuma de pescador apenas falta de sucesso em encontrar alguns peixes para sua provisão. 

No entanto, no meio da luta em alto mar Santiago diz uma frase muito bonita. “Um homem pode ser destruído; mas nunca derrotado”. 

No texto de 2 Timóteo 4.7 Paulo deixou para nós, como testemunho de uma vida vitoriosa este fantástico testemunho, quando com a cabeça no cadafalso do carrasco Nero, disse que nem a decapitação ou outra forma de morte lhe tiraria os lauréis de um bom combate vencido, de uma carreira finalizada e de uma fé preservada. 

1 – "COMBATI O BOM COMBATE" É O GRITO DA VITÓRIA

Paulo vê a figura do gladiador que depois do seu preparo físico luta e vence. Também ele, como um lutador pelo Evangelho de Jesus Cristo havia lutado incansavelmente e pela graça do Seu Senhor vencido.

2 – "COMPLETEI A CARREIRA" É A CONSCIÊNCIA DO DEVER CUMPRIDO.

Esta é a figura do maratonista. Como maratonista da fé ele correu nas difíceis viagens missionárias à busca do rebanho do Senhor que se encontrava nos diferentes países tornando-se O Apóstolo dos Gentios como o conhecemos hoje. 

Abriu, portanto, sob a supervisão do Espírito Santo as portas da Ásia Menor e da Europa. Correu como arauto da fé.

3 – "GUARDEI A FÉ" É A GLORIOSA SEGURANÇA GARANTIDA

Aqui ele se vê como o guardião de um maravilhoso tesouro. O seu tesouro era o Evangelho de Jesus Cristo. Procurou apresentar o este precioso tesouro de Deus, o evangelho, como ouro depurado e como pedras preciosas.

4 – "JÁ AGORA A COROA DA JUSTIÇA ME ESTÁ GUARDADA"

Esta preciosa honraria ele receberia não das mãos dos homens. Uma vez que: “a qual o Senhor, reto juiz, me dará naquele Dia; e não somente a mim mas também a todos quantos amam a sua vinda” (2 Tm 4.8), ele estaria recebendo das mãos do Senhor da Glória e na sua morada celestial definitiva.

Conclusão 
Você pode se considerar como Paulo, uma pessoa vitoriosa?

------------------------------------
Antonio Coine é pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil há 40 anos. Formado em Teologia pela Faculdade de Teologia da Igreja Presbiteriana Independente do Brasil - SP. Licenciado em Filosofia. Mestre em Divindade e Doutor em Ministério pelo Seminário do Canadá em Manitoba/CA. Foi missionário da Igreja Presbiteriana do Canadá, plantando e pastoreando a Dovercourt-Saint Paul’s Presbyterian Church.

Tecnologia do Blogger.