Como reconhecer um homem de Deus


O Que é um homem de Deus ? Como podemos reconhecer uma pessoa espiritualmente amadurecida ? Essas perguntas não são novas. Já era um problema do tempo do Novo Testamento. Quando Timóteo hospedou-se em Éfeso para ajudar cristãos amadurecidos, enfrentou homens que queriam ser mestres e líderes espirituais na Igreja. 

Paulo elogiou aqueles que queriam liderar: “Excelente obra almeja” (1 Tm.3:l). Mas ele deu a entender “que é preciso que seja um tipo certo de homem”.

Tito também enfrentou este problema. Paulo deixou-o em Creta especificamente para que: “em cada cidade, constituísse(s) presbíteros”. E novamente deu a entender que precisava ser homem certo: “conforme te prescrevi” continua o texto.

As duas passagens das cartas citadas constituem um esboço poderoso para testar o nível de maturidade do cristão apto para exercer liderança na Igreja (lTm.3:l-7;Tt.l:5-l0). 

Eis as qualificações mencionadas:
  1. Irrepreensível
  2. Esposo de uma só mulher
  3. Temperante
  4. Sóbrio
  5. Modesto
  6. Hospitaleiro
  7. Apto para ensinar
  8. não dado ao vinho
  9. Não arrogante
  10. Não irascivo
  11. Não vio,lento
  12. Inimigo de contendas
  13. Cordato
  14. Não avarento
  15. Que governe bem a sua própria casa
  16. Tenha bom testemunho dos de fora
  17. Amigo do bem
  18. Justo
  19. Piedoso
  20. Não seja neófito (novo na fé)” 

De todas as vinte qualificações, dezenove relacionam-se com a reputação, a ética, a moral, o temperamento, os hábitos e a maturidade espiritual e psicológica do homem. E a outra se relaciona com sua capacidade de dirigir sus própria família. 

Se alguém deseja ser um líder na Igreja, de fato almeja uma excelente obra, contudo é mister que certifique-se de que está desenvolvendo as qualidades especificada na Palavra do Senhor. 

Os que vão exercer o direito (privilégio) de escolher os líderes, têm o dever de observar os parâmetros estabelecidos na mesma Palavra sob pena de serem amaldiçoados por Deus ante uma liderança escolhida à revelia das Suas orientações. 

A liderança abençoadora na vida da Igreja é aquela escolhida segundo o coração de Deus. Que o Espírito Santo ilumine a todos afim de que se realize a vontade do Senhor.

-----------------------------------------
Carlos Roberto Teles, é pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil. Formado em Teologia pelo Seminário Presbiteriano do Sul no ano de 1987. Foi ordenado pastor em 31 de janeiro de 1988.
Tecnologia do Blogger.