Promovendo a transformação


“E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus”. Romanos 12:2. 

Não pretendemos o moralismo. Reforma social não é a nossa especialidade. O que acontece é que estamos atentos às palavras de Paulo. É a transformação do ser humano interior que está em questão. Não é um alvo psicanalítico a ser atingido. 

Trata-se de introduzir o homem no caminho da mente em Cristo outorgando-lhe segundo a poderosa vontade de deus, o poder do Espírito Santo em sua vida. Isto é resultado direto em primeiro lugar da nossa inconformação e resultante da transformação: isto requer da parte do nossa próximo m conhecimento conveniente dos males que se pretende combater. 

Inconformados, transformados, e conhecedores dos comuns inimigos de Cristo na atualidade, podemos nos considerar aptos para discernir o que é correto. 

O fato em si nos chama a atenção para a prática da nossa vocação cristã; a ética que reflete o espírito de Cristo em nossa vida cotidiana, através da nossa profissão, nos meios que frequentamos, em relação àqueles com os quais convivemos, visando conduzi-los (cansados e sobrecarregados que estão) aos pés do Senhor que os transformará à luz da imagem e da pessoa de Seu Filho. 

Não obstante, para conduzi-los é mister atraí-los e, para isto precisamos demonstrar a nossa inconformação, nos dois aspecto, com este mundo, ou seja, no sentido de não nos agradarmos e não permitir que a sua forma se aproprie de nós. 

De nosso testemunho desta verdade depende a atração daqueles que precisam ser conduzidos a Cristo para experimentarem a maravilhosa transformação que os fará, à nossa semelhança, experimentarem a boa, agradável e perfeita vontade de Deus em suas vidas. 

Que o Senhor conte com o nosso testemunho de uma vida inconformada e transformada pelo seu poder para a sua glória. 

-----------------------------------------
Carlos Roberto Teles, é pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil. Formado em Teologia pelo Seminário Presbiteriano do Sul no ano de 1987. Foi ordenado pastor em 31 de janeiro de 1988.
Tecnologia do Blogger.