Mulher sábia


“Bendita seja a tua prudência, e bendita sejas tu mesma. Que hoje me tolheste de derramar sangue, e de que por minha própria mão me vingasse” - 1 Samuel 25:33 

Abigail era esposa de Nabal (insensato). Este insultou a Davi cuja ira se ascendeu ao ponto de propor exterminar-lhe a casa.

É nesse ponto que surge a figura da mulher sábia, Abigail, padrão bíblico de beleza e sensatez. (leia 1 Samuel 25:11-35). A narrativa simples mas valiosa mostra que era uma mulher experiente, sábia e acessível, que despertava confiança nos empregados do marido.



Acessível e sábia - duas grandes qualidades para uma mulher, para uma esposa e mãe. Ouve as confidências do marido, dos filhos e não se escandaliza com as confissões mas os encoraja a caminharem para a frente. Merece confiança dos subalternos e lhes dá atenção. 

Era também diligente. Ao tomar conhecimento da situação entre Davi e Nabal, age e contra-ataca para resolver o problema. Era também discreta. Nada disse ao marido do problema; não esperou que o mal sobreviesse. Raciocínio rápido e sábio não fica na defesa sobre a sua decisão.

Parece estranho essa postura numa mulher sábia. No entanto, a Bíblia nos diz que “há tempos de estar calados, e tempo de falar”(Ec.3:7) Ela falou na hora certa, já de volta de sua missão, na manhã seguinte, ”estando Nabal já livre do vinho”.

Há ocasiões em que a mulher deve ser discreta como Abigail! Ainda que o marido não seja como Nabal, a hora de sua chegada em casa, por exemplo, deve ser sagrada - boa aparência, sorriso sincero e nada de relatórios desagradáveis tais como brigas e travessuras dos filhos, problemas com o vizinho. Estas coisas devem ficar para depois, para a hora própria.

A hora da volta para casa depois de um dia de trabalho deve ser prazerosa e desejável. A mulher sábia proporciona isto pela sua discrição.

Outra virtude de Abigail pode ser notada no seu encontro com Davi, a sua humildade buscando soluções para o seu lar.

Que as mulheres Presbiterianas tomem como exemplo a sabedoria de Abigail e assim sejam amadas por Cristo e serviçais ao Seu Reino.

-----------------------------------------
Carlos Roberto Teles, é pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil. Formado em Teologia pelo Seminário Presbiteriano do Sul no ano de 1987. Foi ordenado pastor em 31 de janeiro de 1988.
Tecnologia do Blogger.